:: CUIDADOS DIVERSOS::


COMPANHIAS AÉREAS

Milhagem
C aso você não seja filiado a algum programa de milhagem, consulte a Brasil Viagens sobre os programas existentes e os procedimentos para filiação. Se você já é filiado não esqueça de informar o número quando fizer a reserva e no momento do embarque, para que o crédito das milhas voadas seja incluída em seu programa.
Cartão de embarque
Cuide bem do seu cartão de embarque, mesmo depois da conclusão da viagem. Ele contém informações importantes que podem ajudar em situações diversas, tais como: comprovação de assento, providências junto ao programa de milhagem, caso as milhas não tenham sido computadas, reclamação de extravio de bagagens, etc.
Overbooking
Nos vôos com excesso de lotação (overbooking), as companhias aéreas atendem em primeiro lugar os passageiros com assento marcado e cancela os lugares dos passageiros que não se apresentarem com a antecedência regulamentar (mínimo 2 horas). Portanto, não deixe de marcar seus assentos em todos os trechos de sua viagem e compareça com a antecedência exigida pela companhia aérea (mínimo 2 horas).
Leve um xerox das suas passagens. Este cuidado poderá ajudar em caso de perda dos originais ou caso o atendente da companhia aérea destaque os dois cupons da sua passagem em vez de um, o que criará problemas nas etapas seguintes de sua viagem.
Reconfirme seu vôo com 42 horas de antecedência em cada etapa de sua viagem diretamente com a companhia aérea, inclusive horário de partida e apresentação no aeroporto.

DINHEIRO
Grande parte dos países aceita o dólar como moeda corrente, mas é sempre bom ter o dinheiro local em mãos. Isso porque os comerciantes costumam cobrar taxas altíssimas pelo câmbio.
Se você estiver levando Traveller Checks (TC) na viagem, não se esqueça de anotar os números neles e o telefone do banco que os emitiu. Guarde a anotação em um lugar seguro -de preferência longe dos TCs. Em caso de assalto ou furto, basta ligar para o banco, de posse do número de série, para que você seja ressarcido.
Travellers Checks
S ão bem mais seguros que dinheiro vivo, mas são mais dificeis de ser aceitos em lojas e restaurantes. Se isso acontecer, troque, no próprio hotel ou em uma casa de câmbio seus TCs por dinheiro local. Mas faça o câmbio de pouco em pouco.
Cartões de crédito
T também são mais indicados que dinheiro. Procure pagar sua fatura até dois dias antes de viajar, mesmo que ela ainda esteja longe de vencer. Desse modo, você poderá usar todo o limite para pagar suas despesas e fazer compras.
Evite ao máximo levar o número da senha de seu cartão de crédito consigo. Memorize o bem, para o caso de você precisar sacar dinheiro em um caixa eletrônico.
Se você não tiver outra opção que não seja levar dinheiro, programe-se para não levar muito além do necessário para pagar suas despesas e fazer compras. Todos os países do mundo têm restrições quanto à entrada de dinheiro internacional. Em geral, os turistas não podem portar mais de US$ 5 mil ou US$ 1O mil, dependendo do país. Além disso, nunca saia do hotel com todo o dinheiro da viagem. Deixe o que você não for precisar no cofre do hotel.
Lembre-se também de separar dinheiro vivo para as taxas de embarque nos aeroportos, para as taxas portuárias (no caso cruzeiros) e para as gorjetas.

DOCUMENTOS
O viajante deve manter o passaporte com prazo válido, mesmo quando não tiver viagem programada. Os únicos países que não exigem passaporte dos viajantes brasileiros são: Argentina, Uruguai e Chile, bastando apenas a carteira de identidade emitido pelo órgão oficial.
Leve consigo cópia xerox do passaporte.
Para viajar desacompanhado, o menor de 12 anos (viagens nacionais) ou de 18 anos (viagens internacionais), deve providenciar e manter em seu poder durante a viagem autorização assinada pelos pais com firma reconhecida. Menores de idade e filhos de pais separados também devem apresentar a autorização com as assinaturas do pai e da mãe com firma reconhecida de ambos.

Se possível, viaje sempre com dois cartões de crédito internacionais.

Carteira de estudante internacional
A exemplo dos viajantes com idade acima de 60 anos, os estudantes portadores da identificação com validade internacional devem ficar atentos para aproveitarem as eventuais redução de tarifas em museus, transportes, espetáculos e outros eventos.
Guia de viagem
Leve com você um guia com informações dos lugares que você vai visitar, ele vai minimizar o risco de você se sentir frustrado por ter descoberto tarde demais que poderia ter conhecido lugares interessantes ou aproveitado melhor sua viagem se tivesse conhecimento prévio de informações importantes. Lembre-se que em todas as grandes cidades se publicam guias semanais com as informações sobre os espetáculos, concertos, cinema, eventos musicais e esportivos que estão acontecendo no período e podem ser encontrados nas bancas de jornais ou na recepção de seu hotel.
Habilitação para dirigir
Se você tem o hábito de dirigir quando viaja, leve sempre o documento com prazo válido, mesmo que a princípio você não tenha programado dirigir na viagem planejada.

Documentos necessários

Viagens no Brasil
O RG (cédula de identidade) é necessário para viagens aéreas em território brasileiro. Além do RG, o Ministério da Aeronáutica também aceita outros documentos de identificação oficiais equivalentes à cédula de identidade.
Viagens para países do Cone Sul
O RG é válido para ingresso na Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai, mas quem quiser comprar no free shop dos aeroportos destes países deverá apresentar o passaporte.
Viagens para outros países da América do Sul
O passaporte é documento obrigatório para viagens aos países da América do Sul, com exceção da Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai. Somente a Guiana exige visto para brasileiros. Apenas em viagens para o Peru é obrigatória a vacina contra febre amarela.

HOTÉIS
Utilize-se do cofre do hotel (quarto ou recepção), para guardar seu dinheiro e/ou objetos de valor.
Leve adaptadores de tomadas para não ter problemas no uso de algum aparelho elétrico.
Logo que ocupar seu apartamento, verifique e grave a localização da saída de emergência mais próxima, para eventuais necessidades.
Se você utiliza com freqüência os hotéis de alguma grande rede internacional, providencie o seu cadastramento como "cliente assíduo". Esta providência geralmente garante vantagens tais como earlier check in (entrada antecipada no hotel), late check out (saída mais tarde do hotel), upgrade (troca para um tipo superior de apartamento) nas classes dos apartamentos, reserva garantida e outras mordomias, além de acumular milhas em companhias aéreas.